top of page
  • Foto do escritorEquipe Automatik - Sivuca

CAPTIVA V6 COM TRANCOS E PROBLEMA NA RÉ – 6T70

Atualizado: 23 de out. de 2020

GM Captiva V6, transmissão 6T70, seus defeitos e como corrigi-los.


Tudo parece tão bem com sua nave, quando sem mais nem menos, você começa a sentir trancos grosseiros no câmbio, as mudanças de segunda para 3ª e de quarta para 5ª marchas ficam estranhas, a marcha a ré também já não é mais a mesma e de um dia para outro seu câmbio está quebrado. Pânico! Você comprou uma GM Captiva V6, um carro fantástico, confortável, potente, bonito. Talvez pela primeira vez na vida esteja também dirigindo um carro automático. Que delícia, não tem que se preocupar com embreagem pra pisar nem qual marcha tem que engatar, o fabuloso câmbio automático faz tudo sozinho.



Calma, não fique desesperado, você não é o único e nós já consertamos vários câmbios iguais ao seu e podemos falar com propriedade sobre o que se passa.

Isto está acontecendo com os donos de Captiva V6 que usa a transmissão 6T70.

Trata-se de um cambio de 6 marchas desenvolvido pela Hydra-Matic (antiga fábrica de câmbios criada pela GM em meados de 1930), veja artigo neste link.


Conta a história, que em 2002, numa cooperação para tentar competir com as gigantes e respeitadas fábricas de transmissões automáticas Aisin, Jatco e ZF, a General Motors e a Ford decidiram unir-se para criar esta nova transmissão.


Geralmente os defeitos começam no disco-mola da foto ao lado. Atingido por desgaste prematuro, ele termina se quebrando e afetando o eixo de entrada da transmissão que é feito em alumínio. Aqui começa o efeito dominó, pois os fragmentos do eixo misturam-se ao fluido, passeando pelo interior da transmissão danificando gravemente tudo o que entram em contato. A mola é feita aço e junto com os pedaços do eixo, quebram a carcaça, a tampa da carcaça, conjuntos de molas, pistões.



Além disso em muitos casos, os pedaços rasgam as redinhas de proteção do módulo (que fica dentro da transmissão, mergulhado no fluido) causando curto-circuito que fatalmente causa sua destruição.

O lado bom de tudo isso é que você não vai ficar na praia, a Automatik tem as peças que já foram atualizadas pela GM, inclusive a nova versão da mola-disco que, segundo a GM, resolveu o defeito definitivamente.

Temos inclusive um programa preventivo que evita que na eventualidade do defeito se manifestar, a extensão dos danos não seja tão grande a ponto de causar os prejuízos que temos presenciado aqui na Automatik.

É muito importante ficar atento ao comportamento errôneo de simplesmente substituir as peças danificadas por usadas idênticas e sem a atualização da GM. Após algum tempo o problema reaparecerá e a dor de cabeça vem junto. É por isso que o reparo feito na Automatik irá garantir que o problema passará a fazer parte de um passado sombrio como uma velha história de terror.

ATENÇÃO: Nossa recomendação portanto é ao primeiro sintoma de comportamento adverso, desligar o carro e trazer para o reparo imediatamente. A principal causa de queima irremediável do módulo e de danos mais extensos é o fato do motorista tentar insistir e andar com o carro após a manifestação dos primeiros sintomas.

Não insista, pois sem intervenção imediata, o defeito causa consequências muito piores e termina doendo feio no seu bolso.


.....................................................................................................................

Excelentes artigos para leitura


Oficina e dicas

Sonhos e realidades do reparo de Corpo de Válvulas


Audi e VW


Linha Francesa


Ford, GM, Fiat


Asiáticos


Artigos no site da Solupeças

3.633 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page